Para minha bela amiga morte

Para minha bela amiga morte

9 de novembro de 2018 0 Por

Por Italo Matheus

 

Agora que encontrei a luz dentro de mim, decidi o caminho que devo seguir.

Enfim entendi a grandeza interior humana, e que vivemos os nossos dias correndo contra o nosso caminho, o qual deve ser trilhado.

Irei morrer, sim, um dia, mas não me encontrarás caído, olharei em teus olhos e sentirás a beleza de um humano. Serei grande, para que almejes o nosso encontro.

E quando, enfim, chegar o dia, se olharás mil vezes ante ao espelho, pois se lembrarás dessa ocasião por muitos séculos. Mesmo sabendo que ainda demorará a chegar esse dia tão épico, já me decidi do meu último desejo: “Que todos aprendam a não temer o fim”.

Sem mais o que se tratar, minha boa amiga morte, peço que não se estresse com a demora, pois quando o dia chegar, deixaremos a vida para entrar na história.