Mágoa do Tempo

Mágoa do Tempo

28 de novembro de 2018 1 Por
Por André Lima

Toda minha raiva rebarbativa,
jamais encontrará descanso para sua partida,
eu nunca sentirei alívio,
você nunca ficará feliz… Eu imagino…

Porém, se racionalizar fosse o bastante,
eu me regozijaria em gritar ao mundo:
dói mais te ter do que deixar-te ir;
que você me ama, mas não podemos nos ter.

Faz tempo que não nos falamos,
faz quase quatro anos, mas…
É ferida viva, é chaga aberta, que mais dói.
Saudade não apresenta sinal de que um dia irá cicatrizar.

Unguento a base de tempo,
não demonstra funcionar!
A ferida pelo passado é suportável;
é mais profunda a mágoa quando tento, enfim, novamente me apaixonar.