Trovadorismo

Trovadorismo

9 de dezembro de 2018 0 Por
Por Larissa Bahia e Lucas Lacerda

O trovadorismo foi o primeiro movimento literário e poético da língua
portuguesa, surgido na Idade Média no século XI. É caracterizado principalmente pelas
cantigas, textos com uma métrica específica que inclui rimas, que podem ser divididas
em: cantigas de amor, cantigas de amigo, cantigas de escárnio e cantigas de maldizer.
Teve como principais expoentes o trovador Ricardo Coração de Leão, rei da Inglaterra;
João Soares Paiva, poeta português; Dom Dinis I de Portugal, filho do rei Afonso III,
entre outros.

Exemplos de cantigas de amor, amigo, maldizer e escárnio: seleção de J B Pereira

 

Cantiga de amor:
Eu-lirico masculino; cantiga lamentativa; amor platônico, mulher inatingível ou por ser
casada ou de classe superior ao trovador; altamente respeitosa, idealiza a mulher.

 

Conheço certo homem, ai formosa,
Que por vossa causa vê chegada a sua morte;
Vede quem é e lembrai-vos disso;
Eu, minha senhora.

 

Conheço certo homem que perto sente
De si a morte chegada certamente;
Vede quem é e tende-o em mente;
Eu, minha senhora.

 

Conheço certo homem, escutai isto:
Que por vós morre e vós desejais que ele parta;
Vede quem é e não vos esqueçais dele;
Eu, minha senhora.

 

 

CAMPEDELLI, Samira Yousseff. Literatura: história & texto 1, Saraiva e 2005. p.
149-157.